Atomus - Análises Atmosféricas
Atomus - Análises Atmosféricas logotipo
VOLTAR

Perguntas frequentes

- O que é uma Amostragem Isocinética?

É uma amostragem realizada em condições tais que o fluxo de gás na entrada do equipamento de amostragem tenha a mesma velocidade que o fluxo de gás que se pretende analisar. Fonte ABNT NBR 12019.

- O que é uma Amostragem Integrada?

É uma amostragem em que um volume de gás é coletado numa vazão pré-determinada, em contrapartida à amostragem isocinética, nesta não há a necessidade de controlar parâmetros para obtenção de uma condição de amostragem específica.

- O que é uma Amostragem por Impactação?

É um tipo de amostragem em que é utilizado um Impactador responsável por remover as partículas vivas do ar e mantê-las reproduzindo-se sobre uma placa de petry.

- O que é uma análise direta?

É uma análise realizada diretamente na fonte de emissão com o auxílio de um analisador portátil que proporciona a concentração do analítico em questão em tempo real.

- Existem normas de referência que sustentem a utilização de analisadores portáteis para análises em emissões atmosféricas?

A norma da USEPA CTM – 030 referencia a utilização de equipamentos portáteis que utilizem o princípio de detecção por células eletroquímicas para a análise de NO, NO2, NOx e O2 em emissões de motores a gás, caldeiras e aquecedores.

- Posso realizar a amostragem de vários analitos em uma única Amostragem Isocinética ?

Deve ser verificado se os parâmetros de amostragem especificados nas normas de referência para cada analito são condizentes, como o material de revestimento de sonda, tipo de filtro, soluções absorventes, soluções de limpeza, vazão e tempo de amostragem além do volume mínimo a ser coletado. Normalmente há a possibilidade de amostrar algum analito simultaneamente com Material Particulado.

- Quantas Amostragens e Análises Diretas devem ser realizadas para atender a legislação federal CONAMA Nº 382 ?

De acordo com CONAMA Nº 382, (Art.5º, §1º, Item “II”), devem ser realizadas três (3) amostragens onde uma (1) amostragem com resultando discrepante pode ser descartada. No caso de análises diretas, não há um número padronizado de medições que devem ser efetuadas na determinação da concentração média de determinado analito, mas sugerimos que sejam efetuadas no mínimo o número de medições realizadas na calibração do equipamento.

- Quantos pontos devem ser amostrados durante uma amostragem?

Numa amostragem Isocinética, devem ser amostrados um número de pontos variando de 8 à 25, determinados de acordo com a NBR 10701 distribuídos em dois (2) eixos perpendiculares no caso de chaminés  circulares ou distribuídos em uma matriz para chaminés retangulares ou quadradas. Em amostragens integradas ou análises diretas a amostragem deve ser realizada em apenas um ponto à cerca de 1 metro da parede da chaminé ou onde não for aplicável, ao seu centro.

- O que e qual a função de um resultado com correção de oxigênio?

A correção de oxigênio é realizada através da utilização de um fator obtido pela relação do oxigênio medido na fonte de emissão e o oxigênio padronizado pela legislação. Este procedimento é exigido para anular possíveis diluições causadas pelo excesso de oxigênio utilizado na combustão.

 - Quais são as formas de amostragem para Compostos Orgânicos Voláteis (COV ou VOC) aprovadas pela norma de referência USEPA Method 18?

De acordo com a USEPA Method 18, os compostos orgânicos voláteis podem ser amostrados e adsorvidos em tubos contendo resinas específicas para posterior desorção e análise por cromatografia ou em balões de tedlar, os quais são específicos para a coleta de substância gasosas orgânicas para posterior análise por cromatografia gasosa.

Atomus - Análises Atmosféricas